Como utilizar a arquitetura modernista americana nos seus projetos

O mundo do qual o modernismo nasceu - ou seja, o do século passado - já não é mais o mundo de hoje. Mas o modernismo - como um estilo e uma filosofia - ainda domina muito do discurso arquitetônico e do design de hoje. Em sua forma mais brilhante, os ideais originais do movimento seguem vivos, e a apreciação pela simplicidade e pelo material ainda domina a consciência popular de grande parte do mundo. 

 

Além disso, é importante dizer também que, muitas vezes, moderno e contemporâneo são usados como sinônimos, mas eles têm características distintas. O estilo moderno de design de interiores nasceu de um movimento de design na virada do século XX. O estilo de design de interiores contemporâneo é mais sobre o que é popular no aqui e agora e não está vinculado a nenhuma era específica. Dito isso, como, então, incluir o design modernista (sobre o qual já falamos por aqui, inclusive!) em projetos contemporâneos? É isso que esse post tenta responder. 

 

Aposte em mobiliário funcional e peças icônicas

Móveis modernos, assim como a arquitetura, enfatizam a simplicidade e a função. Em casas de estilo moderno, você geralmente verá móveis baixos e horizontais com linhas simples. E os móveis geralmente são feitos de materiais naturais como madeira sem pintura, couro, aço, metal ou vidro.

 

 

Para que o mobiliário seja considerado moderno, ele também deve ser feito de superfícies lisas e ter muito pouca ornamentação. No início do movimento modernista, as fábricas de móveis estavam apenas começando a se popularizar, substituindo peças trabalhadas à mão e detalhadas.

 

Um dos grandes nomes do design modernista norte-americano foi George Nelson, sobre quem já fizemos um post exclusivo por aqui. Ele projetou uma série de peças de mobiliário que se tornaram icônicas - até hoje são consideradas grandes clássicos modernistas. E uma boa forma de se inspirar na estética modernista é justamente usando esse tipo de peça em um projeto ou ambiente. A Artesian tem uma linha inspirada em George Nelson com ótimas opções para compor um projeto mais moderno.

 

Materiais e tons naturais 

No design modernista, há muito uso de materiais como madeira, metais e couro. Nas cores, variações de tons terrosos - como variações de bege, marrom, branco e cinza costumam ser as mais usadas. São cores que costumam contrastar bem com tons da natureza, como variações de verde, já que muitos dos projetos modernistas incluem essa relação próxima com o exterior.

 

Muitos ambientes também são baseados em paletas de cores monocromáticas. As cores principais são normalmente preto e branco com algumas cores primárias (amarelo, vermelho e azul) usadas em detalhes, para complementar. 

 

Luz natural, janelas simples, espaço vago

Em casas de design moderno, a luz natural é muito importante, justamente por isso as janelas amplas (que muitas vezes ocupam a parede toda) são essenciais. Normalmente elas não têm adornos. Neste caso, a ênfase está menos nas curvas e mais linhas horizontais e verticais claras. Elementos estruturais como concreto ou vigas também costumam ficar expostos.

 

 

Para terminar, a estética modernista enfatiza os espaços organizados. Se algo não tem um propósito na rotina e dia a dia daquela casa, daquele ambiente, daquela família, então não é adicionado. Por isso é tão comum ver ambientes amplos com poucos elementos. 

 

Por fim, se você curtiu a estética modernista, aproveite para conferir os demais conteúdos que produzimos sobre o assunto aqui no blog da Artesian.

 

Categoria: Arquitetura e Decorações

Publicado em: 04/12/2020

Leia Também

Estados Unidos: uma imersão no estilo de vida e moradia americano

Para que a gente entenda um pouco melhor sobre os Estados Unidos, seus habitantes e seu modo de viver e morar, é preciso primeiro olhar um pouco para a história deste país.

Leia mais

25/11/2020

O modernismo americano na arquitetura

Entre o final do século XIX e início do século XX, uma tendência começou a tomar conta da arte, da cultura e, consequentemente, da arquitetura em vários lugares do mundo: o modernismo.

Leia mais

09/11/2020

Como inserir o design dinamarquês em seus projetos

A estética do design escandinavo teve origem nos cinco países nórdicos: Finlândia, Dinamarca, Islândia, Noruega e Suécia.

Leia mais

09/09/2020

Estilo de vida dinamarquês: Os reis da simplicidade

Você já ouviu falar no termo dinamarquês hygge? A palavra pode até ser difícil de pronunciar e de tentar traduzir, mas está famosa no mundo todo.

Leia mais

28/08/2020

Arquitetura dinamarquesa: A riqueza de estilos

Hoje uma das mais famosas do mundo, a arquitetura dinamarquesa tem suas raízes nos acampamentos vikings de mais de mil anos de idade.

Leia mais

19/08/2020

Utilizando móveis de design para aumentar o consumo em sua franquia

Saiba como os móveis para franquias podem auxiliar na decoração e aumentar o consumo na sua rede ou unidade franqueada.

Leia mais

29/06/2020

O design em espaços gastronômicos

Projetar um ambiente gastronômico comercial não é tarefa fácil. Cabe ao projeto transmitir a essência da marca através da decoração, ao mesmo tempo em que entrega funcionalidade e conforto. Por isso, se você está com dúvidas sobre o tema, confira aqui algumas dicas de design para espaços gastronômicos.

Leia mais

20/08/2019

Como escolher móveis que transmitem a hospitalidade do seu Hotel

Seja para receber hóspedes durante as férias ou em viagens de trabalho, os hotéis foram projetados para acolher e proporcionar conforto aos visitantes.

Leia mais

28/07/2020

Como grandes redes de Shoppings estão repensando suas estratégias?

O fato da sociedade estar em constante mudança, exigiu dos shoppings centers a adoção de novas estratégias para atender às exigências do consumidor. Em meio a este cenário, soluções como a busca por maior acessibilidade

Leia mais

28/07/2020