O modernismo americano na arquitetura

Entre o final do século XIX e início do século XX, uma tendência começou a tomar conta da arte, da cultura e, consequentemente, da arquitetura em vários lugares do mundo: o modernismo. Para contrastar com as correntes mais clássicas, em voga nos séculos anteriores, o modernismo veio para trazer elementos geométricos, minimalismo e um estilo muitas vezes descrito como "sem ornamentos".

 

Apesar da sua origem frequentemente ser associada à Europa (em especial à França e Inglaterra), pode-se dizer que a arquitetura modernista teve também um foco de origem nos Estados Unidos, que é o assunto do post de hoje. Isso porque o arquiteto Frank Lloyd Wright é considerado um dos pilares dessa estética, juntamente com Le Corbusier na França e Bauhaus na Alemanha. 

 

Características do modernismo

Por ser um estilo que aflorou em várias partes do mundo praticamente ao mesmo tempo, o conjunto de características que compõem a arquitetura modernista pode sofrer variações de país para país. O estilo se estabilizou principalmente no período entre guerras, mas se fortaleceu ainda mais a partir da década de 1960. E de forma geral, é possível dizer que a aceleração na industrialização e economia impulsionou e influenciou muito esse estilo - o mundo estava mudando muito rapidamente e áreas como design, artes e arquitetura passaram a refletir isso.

Os profissionais passaram a rejeitar estéticas clássicas. Os projetos passaram a focar mais na função do que na forma - as construções agora eram econômicas, limpas, úteis. Tanto é que algumas máximas muito repetidas e usadas no design até hoje são dessa época: "menos é mais", de Mies Van der Rohe, e "forma é função", de Louis Sullivan.

 

 

Modernismo norte-americano

É impossível falar no modernismo nos Estados Unidos sem falar no nome do arquiteto Frank Lloyd Wright. Nascido no Wisconsin, em 1867, ele é considerado um dos grandes expoentes dessa estética. Curiosamente, porém, por muito tempo ele se recusou a ser associado a qualquer movimento arquitetônico. Isso porque ele considerava seu trabalho único - ele mesmo definia seu estilo como "usonian", uma mistura de USA com 'utopian' (ou utópico). A partir de 1916, por exemplo, ele começou a trabalhar com blocos de cimento texturizados - o que acabou ficando conhecido como "estilo maia" em homenagem às pirâmides da antiga civilização maia - e depois com caixas modulares.

 

 

Há uma série de projetos icônicos assinados por Wright espalhados por vários estados dos Estados Unidos (e pelo mundo também), mas alguns deles tornaram-se marca registrada do seu estilo. Entre eles, é possível citar o museu Guggenheim, em Nova York - o prédio tem concreto aparente e tem uma grande cúpula de vidro. Uma curiosidade envolvendo esse projeto - que, inclusive, foi inaugurado apenas após sua morte - é que apesar das linhas sóbrias, Wright originalmente queria que o exterior fosse vermelho brilhante. Ele acreditava que era essa a “cor da criação”.

Outros dois nomes que não podem ficar de fora quando se fala em arquitetura modernista norte-americana são Rudolph Schindler e Richard Neutra. Curiosamente, ambos são, na verdade, austríacos - mas viveram durante muito tempo nos Estados Unidos.

 

É de Schindler, inclusive, o projeto de uma residência que costuma ser chamada de "primeira casa em estilo moderno". A Casa Schindler, como é chamada até hoje, data de 1922 e foi construída na Califórnia. Esse projeto é, até hoje, considerado grande inspiração arquitetônica - construído sobre uma laje de cimento, ele tem o plano interno todo aberto. Além desse, são dele outros centenas de projetos, com destaque para Lovell Health House, em Newport Beach, também na Califórnia.

 

 

 

Já Neutra trabalhou com Wright por um tempo. Um de seus trabalhos mais notáveis é a Kaufmann Desert House, com desenhos que priorizam a luz natural e muito uso de materiais como cimento e vidro.

 

E se você se interessou pela arquitetura modernista norte-americana, continue acessando o blog da Artesian - nas próximas semanas falaremos mais sobre o tema. Para ficar por dentro das postagens, siga a gente no Instagram.

Categoria: Arquitetura e Decorações

Publicado em: 09/11/2020

Leia Também

Como utilizar a arquitetura modernista americana nos seus projetos

O mundo do qual o modernismo nasceu - ou seja, o do século passado - já não é mais o mundo de hoje. Mas o modernismo - como um estilo e uma filosofia - ainda domina muito do discurso arquitetônico e do design de hoje.

Leia mais

04/12/2020

Estados Unidos: uma imersão no estilo de vida e moradia americano

Para que a gente entenda um pouco melhor sobre os Estados Unidos, seus habitantes e seu modo de viver e morar, é preciso primeiro olhar um pouco para a história deste país.

Leia mais

25/11/2020

Como inserir o design dinamarquês em seus projetos

A estética do design escandinavo teve origem nos cinco países nórdicos: Finlândia, Dinamarca, Islândia, Noruega e Suécia.

Leia mais

09/09/2020

Estilo de vida dinamarquês: Os reis da simplicidade

Você já ouviu falar no termo dinamarquês hygge? A palavra pode até ser difícil de pronunciar e de tentar traduzir, mas está famosa no mundo todo.

Leia mais

28/08/2020

Arquitetura dinamarquesa: A riqueza de estilos

Hoje uma das mais famosas do mundo, a arquitetura dinamarquesa tem suas raízes nos acampamentos vikings de mais de mil anos de idade.

Leia mais

19/08/2020

Utilizando móveis de design para aumentar o consumo em sua franquia

Saiba como os móveis para franquias podem auxiliar na decoração e aumentar o consumo na sua rede ou unidade franqueada.

Leia mais

29/06/2020

O design em espaços gastronômicos

Projetar um ambiente gastronômico comercial não é tarefa fácil. Cabe ao projeto transmitir a essência da marca através da decoração, ao mesmo tempo em que entrega funcionalidade e conforto. Por isso, se você está com dúvidas sobre o tema, confira aqui algumas dicas de design para espaços gastronômicos.

Leia mais

20/08/2019

Como escolher móveis que transmitem a hospitalidade do seu Hotel

Seja para receber hóspedes durante as férias ou em viagens de trabalho, os hotéis foram projetados para acolher e proporcionar conforto aos visitantes.

Leia mais

28/07/2020

Como grandes redes de Shoppings estão repensando suas estratégias?

O fato da sociedade estar em constante mudança, exigiu dos shoppings centers a adoção de novas estratégias para atender às exigências do consumidor. Em meio a este cenário, soluções como a busca por maior acessibilidade

Leia mais

28/07/2020